Portal da Cidade Santa Helena

Fronteira

Defesa do Consumidor fecha loja do Paraguai onde brasileiro foi espancado

A Defesa do Consumidor noticiou a administração do shopping, exigindo o despejo dos locatários, num prazo de 48 horas.

Postado em 14/01/2020 às 12:10 |

(Foto: H2O Foz)

A Defesa do Consumidor de Ciudad del Este agiu rápido. Na segunda-feira, 13, fechou uma loja do Shopping Alfonzo I, depois de uma denúncia apresentada na sexta-feira, 10, por um brasileiro à Polícia Nacional.

O turista, procedente de São Paulo, contou à polícia que foi com entrou com a família na loja Nova Casa China, na sexta-feira, para comprar um relógio, que custava R$ 800. Como a loja não aceitou cartão de crédito, ele disse ao vendedor que só tinha R$ 700 em dinheiro vivo. O vendedor aceitou e lhe entregou o produto. Mas, quando o cliente verificou que o relógio não era novo, pediu a devolução do dinheiro.

Foi então que, conforme a denúncia apresentada à Polícia Nacional, os vendedores e até o dono da loja agrediram o turista. A Defesa do Consumidor noticiou a administração do shopping, exigindo o despejo dos locatários, num prazo de 48 horas.

Fonte:

Deixe seu comentário